domingo, 28 de outubro de 2012

Risoto de Aspargos: O Par Perfeito da Carne Vermelha


Entrei na onda do risoto, tenho que admitir. Já tive medo dele em outra época. Medo de passar do ponto, de empapar, de não ter sabor, de engordar horrores, mas hoje acho que é um curinga, indispensável na cozinha. Ele pode ser a estrela da festa como o Risoto de Curry ou um simples coadjuvante. Mas coadjuvante também recebe oscar, certo?! E esse risoto de aspargos ganhou o "Selo Biscoito" de melhor acompanhamento de carne vermelha.
Quando se fala de carne vermelha, a gente já associa a um sabor mais forte e marcante e por isso o acompanhamento não pode competir, tem que complementar ou até suavizar o sabor principal. Por isso sempre acompanhamos com arroz branco ou massa. Esse risoto acompanha com charme uma carne forte sem perder a graça e sem passar despercebido.

Propaganda feita, vamos ao que interessa: os ingredientes para 2!
  • 1 xícara de arroz carnaroli ou arbório
  • 6 aspargos verdes frescos (Curiosidade: Aspargo não é legume, é flor, e tem baixa caloria! Que Marravilha! Quando for comprar prefira os bem verdes e de caule mais fino que são mais tenros)
  • 1/2 cebola pequena em cubinhos
  • 1 colher (sopa) de azeite 
  • 1/2 colher (sopa) de manteiga
  • 1/2 xícara de vinho branco 
  • 1 saquinho de "Meu Segredo" ou 1/2 caldo Knorr de Legumes 
  • 750ml de água 
  • 30g de parmesão ralado na hora
  • sal e pimenta preta a gosto
Para começar retire delicadamente uma fina camada da pele dos aspargos. De preferência use um descascador ao invés da faca para não desperdiçar nada. Não descasque as pontinhas.
Corte as pontas (aproximadamente 4 dedos) e reserve. Descarte a parte mais branquinha do finalzinho do talo que normalmente é mais fibrosa. Sem exageros, não deve passar de 2 dedos. Corte os talos em rodelas de aproximadamente 1 dedo de espessura. 

Coloque a água para ferver e acrescente o caldo de legumes. Nem sempre utilizaremos todo o caldo, vai depender do grão do arroz e da chama do fogão.  Caldo dissolvido, deixe em fogo baixo para manter quentinho.
Em uma panela esquente em fogo alto o azeite e a manteiga, junte a cebola e deixe fritar até ficar transparente. Junte as rodelas de aspargos e deixe refogar por 1 minuto. Acrescente o arroz e deixe refogar (mexendo sempre) por 2 minutos. 
Despeje o vinho e mexa até secar. Assim que tiver evaporado o vinho acrescente uma concha do caldo de legumes e as pontas dos aspargos. Mexa delicadamente para não quebrar as pontinhas. Quando essa concha de caldo tiver evaporado retire as pontas dos aspargos e reserve. 

Acrescente as conchas de caldo uma a uma sempre mexendo e sempre esperando que uma seque antes de acrescentar a outra. Esse é o segredo do risoto cremoso. Enquanto a gente mexe, o amido do grão vai se soltando e formando aquele creminho delícia. E se você coloca a água toda de uma vez a parte de fora do grão vai ficar muito mole e o centro meio cru. 

Depois da terceira concha comece a provar o arroz que estará pronto quando o grão estiver firme porém sem aquele "pontinho branco" no meio. 

Quando estiver no ponto, acerte o sal, se for preciso, e acrescente um pouco de pimenta moída na hora. Desligue o fogo e acrescente o parmesão. As receitas originais pedem que se acrescente mais uma colher de manteiga para finalizar, esse processo chama-se mantecare e dá mais brilho e sabor ao risoto. Mas eu venho pulando essa fase pois não sinto tanta diferença no sabor e sei que manteiga a menos é sempre bem vindo à saúde. Experimente e escolha seu sabor preferido!

Prontinho!! Sirva e acrescente as pontinhas de aspargo! Ah! Também cai bem com um Camarão Provençal!


2 comentários:

  1. Olá td bem? Conheci seu blog hj pelo 2beauty e estou apaixonada! Continue dividindo tds essas coisas gostosas, muuuito obrigada.
    Amo aspargos, achei essa receita ótima e fácil, mas queria saber se vc sabe se dá pra substituir o vinho por outra coisa.. Aqui em casa n bebemos, sei q o alcool evapora mas queria saber se dá pra usar outra coisa no lugar.
    Obrigada, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helena, muito obrigada mesmo :)
      E vou te contar um segredo: já fiz risoto sem vinho! E digo que não é todo mundo que nota a diferença não... Se o tempero e a textura estiverem legais, as pessoas não chegam a notar :)
      Vai com fé, pula o vinho e começa direto com a primeira concha do caldo de legumes. O mais importante mesmo é não colocar muito caldo de uma vez...

      Ah! e volte sempre! :)

      Excluir