sábado, 2 de março de 2013

Queridinhos da Cozinha: A Hortinha na Varanda

Hoje o assunto não é receita, mas uma das coisas que me fizeram amar cada vez mais a cozinha: minha hortinha! Uns tem gatinhos, outros peixinhos, eu tenho ervinhas!

Começou quando me mudei da casa de mamis e tinha que pensar meu próprio cardápio. Eu sempre soube fazer os pratos da mamãe, mas era ela que dizia: hoje vai ser galinha caipira! Quando eu comecei a pensar no que fazer para o almoço acabei me rendendo à internet para ter mais inspiração. E foi aí que as dificuldades surgiram.

Toda receita que eu olhava tinha uma ervinha fresca e eu tinha que ir ao mercado para comprar um raminho. Além do transtorno de sair de casa, eu sofria porque comprava as ervinhas, usava uma vez e o restinho perdia na geladeira. Jogar comida fora sempre me incomodou e os preços dessas ervinhas as vezes eram fora de noção, então doía ainda mais.

Tentei voltar atrás e cozinhar com o combo cebola, pimenta, alho e sal, mas já tinha sido despertada em mim uma necessidade de sabor que eu não tinha antes e comecei a sentir falta da frescura do alecrim no frango ou do manjericão no macarrão. Essas ervinhas ajudam inclusive a diminuir a quantidade de sal que a gente usa na cozinha, isso não é ótimo!?

Foi assim que nasceu a hortinha, que é o xodó da casa e ocupa um espaço mínimo e suficiente.

Eu não sabia por onde começar então, entre muitas pesquisas, encontrei o Verde na Varanda que serviu como uma luva na minha proposta de montar algo que não ocupasse espaço, fosse barato e prático para ter e cuidar.

Esse link foi uma inspiração, mas não fiz tudo como eles indicam. Não tinha o tal pallet e nem sabia onde achar o danado. Tentei comprar umas plataformas pequenas com rodinhas e estavam pela hora da morte$$$, então não arrisquei. Naquele momento eu nem sabia se essa coisa de horta ia ser sustentável aqui em casa. Também não comprei a argila expandida, pois um dos vendedores me disse que para floreiras pequenas como a minha não era essencial.

As compras:

Fomos ao Shopping Garden aqui em São Paulo que vende mudas de plantas e acessórios para jardinagem e tal. Aliás, essa é uma das coisas que eu acho legal em Sampa, sempre tem um lugar especializado em qualquer coisa que você precise, seja espagueteria, brigaderia ou um shopping só pra jardinagem. 

Lá encontramos as floreiras, a manta de bedin, a terra já com composto orgânico e as mudinhas. Tentamos comprar sementinhas também, mas entre comprar uma sementinha de pimenteira que ia demorar uns 2 meses para começar a mostrar sua cara e comprar uma pimenteira linda carregadinha eu preferi pular a parte da ansiedade e ir direto para a colheita.
Comprei também uma pazinha, um regador e luvas.

O essencial é escolher as mudinhas certas para você. Se odeia alecrim não faz sentido comprar, certo? O pobrezinho vai virar uma árvore e você não vai aproveitá-lo. Mas se eu puder indicar uma lista de prioridades diria que tem que ter manjericão, alecrim e tomilho. Se quiser incrementar pode comprar orégano, sálvia e dill (ou endro, que fica delícia com peixe). O resto vai da sua preferência. Tem gente que gosta de cidreira, então vai fundo e plante a sua.
Alecrim, Hortelã e Sálvia
Orégano, Mangericão e Tomilho

A primeira coisa que minha mãe vai perguntar é: cadê a salsinha, a cebolinha e a pimenta? Bom, achei muito complicado manter essas 3 na hortinha porque salsinha e cebolinha tem um curto tempo de corte, ou seja: estão lindas e verdinhas hoje, amanhã já começam a amarelar. Já a pimenteira pegou uma praga das 2 vezes que eu tentei plantar e eu acabei desistindo.

Dica no meio do caminho:

A dica que eu dou é a seguinte: compre os maços de salsinha e cebolinha, lave bem, deixe secar e pique. Coloque em um potinho e leve direto para o congelador. Toda vez que precisar tire apenas na hora de usar e coloque no prato ou panela congelado mesmo. Elas não costumam grudar umas nas outras e descongelam super rápido mantendo o cheirinho e o sabor. Não ficam tão crocantes, mas é gostoso igual! O mais importante é não deixar descongelar o que não vai usar senão elas ficam molhadinhas e grudam umas nas outras e aí já era.

Para pimentas também vale a dica: eu congelo pimentas dedo de moça, de cheiro e até cumari. Quando vou preparar algum prato tiro só o que eu vou usar e deixo o resto no congelador. Uso aqueles saquinhos que vedam, sabe? Mas pode ser qualquer saquinho bem fechadinho para não pegar gosto de outros alimentos.

Plantando:

Fazer minha hortinha foi muito fácil, e nem fiz tanta bagunça assim. Peguei minhas floreiras, fiz 2 furos embaixo com a ajuda de uma faca, coloquei uma camada da manta e um pouco de terra. Fui posicionando 2 mudinhas por floreira e cobrindo com terra. Simples assim.

Se você se animou a fazer sua hortinha, sugiro que acesse o link do Verde na Varanda porque eles dão um passo a passo bem legal.
Manjericão, Alecrim e Orégano
Sálvia, Hortelã e Tomilho

No mais para manter suas plantinhas você pode escolher entre regar um pouco por dia ou regar bem a cada 3 dias. Se sua cidade tem muito sol não dá para deixar as coitadinhas sem água então tente regar com mais frequência.

Mantendo:

Para manter sua hortinha precisa lembrar de regar e podar. Eu rego a minha sempre que a terrinha de cima fica seca. Eu uso um regador de 1,5 litros e tenho 3 floreiras. Uso aproximadamente 3 litros de água para regar as 3 floreiras nos dias quentes. Se faz um friozinho rego dia sim, dia não.
Essa medida foi algo bem intuitivo que eu fui desenvolvendo, nem sei se tem regra para quanto e quando regar. Mas a gente vai percebendo se as plantinhas estão ficando meio murchinhas ou se a terra está ficando muito molhada tempos depois de ter regado. Assim vai ajustando sua própria medida.

Podar pode ser o simples fato de colher suas ervinhas na hora da cozinha. Mas lembre-se sempre que as folhas maiores, que normalmente ficam mais abaixo, são melhores para fazer a fotossíntese então prefira cortar as folhas das pontas da planta. Além de estimular o crescimento da planta, elas são mais novinhas e tenras. Fazendo isso com frequência, nem vai precisar podar tecnicamente falando. Já tive que podar o manjericão porque começou a dar flor. Aproveitei as florzinhas para decorar um prato e ficou lindo e cheiroso.

Quanto às praguinhas que possam surgir: eu faço questão de que minha horta não tenha nenhum aditivo químico, afinal se for para comer agrotóxico é mais fácil comprar direto no supermercado. Então quando aparece alguma praga acabo sacrificando a plantinha afetada e plantando outra muda no lugar... costumo inclusive trocar a terra nesses casos. Parece meio drástico, mas se for para testar algum defensivo alternativo você corre o risco de demorar a fazer efeito e a praga se espalhar para as outras plantinhas.

De tempos em tempos, tipo 6 meses ou um ano dependendo da força da plantinha, eu acabo replantando também, porque elas vão ficando fraquinhas com o tempo e as folhas vão ficando cada vez menores...

Hortinha decorativa:

Apesar da minha ter o modelo mais simples de todos, eu morro de vontade de fazer uma dessas duas ideias aqui em casa um dia:

Hortinha suspensa:

Foto

Hortinha nas caixas de vinho:
Foto

Prontinho! Você já pode ter sua própria hortinha e experimentar a forma barata e gostosa de comer bem!

4 comentários:

  1. Que blog gostoso de ler! Já passeei por todo o arquivo!
    Também não abro mão de ervas frescas na minha comida e, já há algum tempo, cultivo a minha hortinha. Como moro em apartamento, tenho uns vasinhos que ficam na janela da cozinha mesmo, bem à mão. Não dá trabalho nenhum e ocupa um espaço mínimo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Amo ter horta! Comecei a cultivar quando ainda morava em apê, e agora que moro numa casa, reformei o jardim e acrescentei algumas ervas em vasos aleatoriamente. Tem alecrim, manjericão, sálvia, tomilho,orégano,boldo,lavanda e babosa. Adoro! Eu moro perto do Garden, e sempre vou lá para comprar mudas novas, vasos ou adubo. A cozinha não é mais a mesma!!!!! Bjo http://bloglaemkasa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. que hortinha mais linda, meu projetinho de fazendeira! beijos mamãe

    ResponderExcluir
  4. Amei!!! Tenho, por enquanto, apenas um vaso de manjericão na janela da cozinha... Mas com toda essa inspiração quero mais!
    Bj e obrigada
    www.maisquenovemeses.blogspot.com.br

    ResponderExcluir