domingo, 15 de dezembro de 2013

Bolo (Quase Saudável) de Banana e Maçã

Eu tinha um certo trauma de canela... evitei esse condimento/tempero/especiaria por muito tempo, mas dizem que o paladar do adulto muda né!? A gente passa a interpretar melhor o sabor das coisas e começa a dar uma chance aos sabores picantes, amargos, azedos e indefinidos. E dando chance eu descobri que a canela não tem aquele sabor assustador que as pessoas colocam na comida só para não compartilhar com as crianças (comigo funcionava). Depois disso tive a fase banana, queijo e canela (era pizza, pastel, bolo, tostex, e por aí vai) e a agora passo pelo momento maçã e canela onde todo tipo de bolo e tortinha me faz morrer de amor.

Descobri que os bolos de maçã além de saborosos e molhadinhos são ultra fáceis de fazer... nem suja a batedeira, basta misturar tudo e está pronto pra assar. Logicamente que fiz alguns e fui mudando coisas, mesclando receitas até chegar no preferido. E é esse que vou compartilhar com vocês! No processo de busca encontrei duas receitas muito boas que serviram de base pra essa, uma é do Quintal (um blog lindo, elegante e super inspirador que eu acesso sempre) e a outra do livro Panelinha (aquele onde tudo funciona!).

As vantagens: 
- é integral de verdade, não leva farinha branca nem açúcar refinado. 
- é muito saboroso, levei para os amigos do trabalho e não sobrou nem um farelinho.
- é fácil demais, o que demora é só descascar e picar as macãs.
- cobri com brigadeiro, hahaha, porque estava com desejo de doce e achei que na cobertura de um bolo tão saudável as gordurinhas localizadas não iriam nem notar.
Vamos aos fatos:
  • 1 xic de farinha integral
  • 1 xic de mix de aveia, quinua e amaranto (achei a mistura pronta no Pão de Açúcar, mas se não achar é só misturar quantidades iguais dos 3 ingredientes em flocos finos)
  • 1/2 xic de açúcar mascavo (se as frutas não estiverem maduras e docinhas pode acrescentar uma colher a mais)
  • 2 colheres (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (chá) de fermento para bolo
  • 1/2 xic de óleo vegetal 
  • 3 ovos
  • 3 maçãs fuji médias, sem casca, picadas em cubinhos de 1cm mais ou menos
  • 3 bananas prata grandes maduras amassadas
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • (opcional) 2 colheres (sopa) de conhaque
  • (opcional) 1 xic de amêndoas (pode ser substituído por nozes, macadâmias, avelãs, etc mas dessa vez eu não tinha nenhum desses em casa e nem coloquei) 
Cobertura (totalmente opcional)
  • 1 lata de leite condensado
  • 1/2 xic de chocolate em pó (não gosto muito de usar achocolatado porque fica meio doce demais, mas também funciona)
  • 1 caixinha de 200ml de creme de leite (gosto de usar para deixar a textura mais cremosa e o sabor menos doce)
O modo de fazer é bem simples. Primeiro misture a maçã picadinha com o açúcar e o conhaque e reserve. 
Coloque o forno para pré aquecer, o que eu sempre esqueço :( e unte a forma retangular média com um tiquinho de margarina e farinha de trigo. 
Misture a farinha, o mix, a canela, o bicarbonato, as amêndoas e o fermento e reserve. Em outro recipiente misture os ovos, o óleo e a baunilha, nem precisa bater muito, é só misturar mesmo. Acrescente as maçãs e a banana amassada e misture de novo. Acrescente os ingredintes secos, misture e pronto, pode colocar na fôrma e levar para assar por aproximadamente 40 minutos. Quando começar a ficar douradinho é bom testar com o garfo para saber se ele sai sequinho. Não é bom deixar dourar demais para não ficar seco.

O brigadeiro é super fácil também, dá para fazer enquanto o bolo assa. Misture o leite condensado com o chocolate em pó (eu uso o cacau em pó as vezes pra fingir que fica mais saudável) leve ao fogo baixo mexendo sempre até começar a desgrudar da panela. Acrescente o creme de leite e continue mexendo até chegar no ponto de cobertura mais molinha.

Pronto! Você pode cobrir o bolo todo com o brigadeiro ou deixar em uma molheira para servir diretamente no pratinho. 

Um comentário:

  1. eu adorei a dica e vou testar esse fim de semana, obrigada deishí, desculpe nao soube escrever em japonês kkk bjs marise

    ResponderExcluir