domingo, 17 de junho de 2012

Não tem mistério: Suflê de goiabada

Mês passado experimentei uma sobremesa muito comum em algumas famìlias, mas que só agora, depois de velha, pude conhecer. Descobri que perdi muito tempo da vida! É leve, é fácil, é uma delícia e impressiona as visitas.

Encontrei algumas receitas diferentes para a mesma guloseima, e basicamente pude notar que pode ser feito utilizando ou não as gemas. Eu procurava um efeito mais cremoso e por isso decidi utilizar as gemas mesmo.

Vamos lá!

Ingredientes para 6 porções (generosas):

Para o suflê:
  • 300g de goiabada
    *Pode ser cremosa ou aquelas de latinha mesmo. Se for a goiabada durinha é só levar em banho maria até derreter ou ao microondas em potência média. Se optar por microondas vá mexendo a cada minuto até que derreta.
  • 3 gemas
  • 6 claras
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • mais açucar para os ramequins 
Para o molho:
  • 1 copo de requeijão (pode ser light se, assim como eu, estiver precisando cortar calorias)
  • 4 colheres de creme de leite (pode ser o fresco ou o de caixinha, nesse caso use 1 colher a mais)
Unte os ramequins com manteiga e açúcar. 
Bata as gemas e as 2 colheres de açúcar até ficar branquinho. Junte a goiabada derretida (morna ou fria, nunca quente) e mexa bem. Se quiser deixar essa mistura pronta na geladeira até a hora do jantar, tudo bem, só deixe para fazer as claras em neve perto da hora de servir.

Bata as claras em neve. Se for usar a mesma batedeira ou mixer lembre-se de lavar e secar bem os batedores pois um pouco de água nesse momento pode estragar o ponto de neve.
Para saber o ponto da neve coloque um fuê ou um garfo na tigela e levante, se o pico de neve ficar retinho apontando para cima é porque está bom. Se ele ficar dobradinho, bata mais.

 



Coloque o forno para aquecer a 180 graus.
Misture vigorosamente 1/3 das claras em neve com o creme de goiabada e depois, delicadamente, o restante. Quanto mais ar conseguir preservar dentro da massa, mais leve será a sobremesa.

Coloque as porções nos ramequins lembrando sempre de deixar um dedo da borda pois a massa deve quase dobrar de tamanho.

Leve ao forno por aproximadamente 15 minutos mas fique de olho para não queimar a casquinha que forma por cima. Fornos elétricos pequenos devem ficar com a temperatura um pouco mais baixa pois as resistências de onde sai o calor ás vezes ficam muito perto do potinho e acabam queimando antes de cozinhar a massa por dentro.

Para o molho, coloque em uma panela (em fogo baixo) o requeijão e o creme de leite, mexa até misturar. Quando começar a ferver já está pronto para servir.

Para fazer um charme, sirva o molho em xícaras de café individuais, assim a pessoa pode ir colocando o molho a medida que for comendo.







2 comentários:

  1. Hummmm... deve ser delicioso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huuummmmmmmmmmmm!!! Muito delicioso, só pra deixar a gente com água na boca!!!

      Excluir