segunda-feira, 9 de julho de 2012

Desafio do Salmão 2: Salmão Grelhado com Couscous de Amêndoas

Continuamos no desafio: 5 vezes salmão sem enjoar jamais! E agora vamos juntar duas coisas que eu amo: ervas frescas e couscous!
A idéia desse prato é equilibrar os diversos temperos do salmão com um couscous saboroso e de sabor mais marcante. Esse couscous lembra as farofas que minha mãe fazia e que eram sucesso garantido. Mas nessa versão temos uvas passas e no lugar da farinha, couscous.

Vamos começar pelo peixe:

Ingredientes:
  • 3 filés de Salmão
  • 4 ramos de tomilho 
  • 2 ramos de alecrim (só as folhinhas)
  • 5 folhinhas de sálvia
  • 4 pimentas dedo-de-moça pequenas
  • 1/2 colher (sopa) de azeite
  • sal 
  • pimenta do reino
Espalhe sal por cima dos filés. Esse vai ter que ser no olho mesmo porque depende muito da altura dos filés. Os meus eram meio altos e eu cobri bem com sal marinho. O sal marinho é mais suave que o sal de cozinha normal, então se for usar o normal não pese tanto a mão. Espalhe o azeite e dê uma esfregadinha com os dedos para ficar bem uniforme. Pique as folhas de sálvia e as pimentas dedo-de-moça, espalhe sobre os filés. Espalhe também as folhinhas de alecrim e os ramos de tomilho. Deixe descansando por uns 15 minutos e depois coloque para grelhar.
Toda casa tem um grill elétrico escondido, perdido, guardado em baixo de uma pia ou coisa assim. Chegou a hora de usar! Mas se na sua não tem, pode ser um George Foreman ou mesmo uma frigideira com um fio de azeite. Eu ainda quero fazer essa receita em uma churrasqueira de verdade, com carvão mesmo. E enquanto não temos cão, caçamos com um grill elétrico.
Os filés devem ser colocados com a pele para baixo e o tempo vai depender do seu grill. O meu levou uns 25 minutos mais ou menos. Mas o ponto é fácil de identificar: quando a pele estiver bem dourada, quase queimando e a carne do filé também começar a ficar dourada por baixo, está pronto.
Close na bordinha do filé
Como meus filés tinham mais de 2 dedos de altura, cobri com papel alumínio por uns 10 minutos enquanto terminava de grelhar, para garantir que estaria cozido por dentro.

Hoje vamos ver um jeito um pouco diferente de preparar o couscous. Fica como alternativa para aquele postado aqui. Ah! Essa receita também veio do Panelinha. Recomendo o blog da Rita que sempre me inspira.

Ingredientes:
  • 1 xícara de couscous
  • 1 xícara de água
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de salsinha picada
  • 1 colher (sopa) de manteiga 
  • 100 g de amêndoas (a receita original pede laminadas e torradas, mas eu só tinha cruas e inteiras. Piquei bem as minhas mesmo e levei à frigideira até dourarem um pouco)
  • 1/2 cebola roxa média
  • 4 colheres (sopa) de uvas-passas (pode ser metade escura e metade clara)
  • 2 dentes de alho fatiados
  • 1 colher (sopa) de cebolinha
  • sal e pimenta-do-reino a gosto
Coloque o couscous em uma tijela e adicione a água fervente. Deixe tampado por 5 minutos. É o tempo que o couscous precisa pra absorver toda a água e ficar no ponto certo. Acrescente 1 colher (sopa) de azeite, a manteiga e 1 pitada de sal, misture bem e reserve.

Corte a cebola e o alho em fatias bem finas, em seguida leve à frigideira com 1 colher (sopa) de azeite e deixe fritar até dourar. Junte as uvas-passas, as amêndoas e o couscous. Adicione 1/2 colher (chá) de sal e um pouco de pimenta do reino moída na hora. Mexa por 2 minutos e desligue o fogo.

Experimente e, se for preciso, adicione mais sal. Enfeite com a cebolinha picada.



Agora é só servir e ser feliz!
Do salmão só ficou a pele e do couscous nem o cheiro!!!

6 comentários:

  1. Grill elétrico é o mesmo que churrasqueira elétrica??

    ResponderExcluir
  2. Haha é sim! Mania de chamar tudo de gril, rs

    ResponderExcluir
  3. Qual a diferença entre o sal marinho e o sal normal??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sal marinho é obtido da evaporação de água do mar, já o sal de cozinha vem da do sal de rocha ou sal gema. No processo de refinamento desse sal de rocha, muitos minerais são perdidos, inclusive o iodo que depois tem que ser acrescentado de volta. São acrescentados também aditivos químicos que impedem que o sal de cozinha grude em pedaços maiores. Daí a gente percebe que o sal marinho é mais natural e saudável.
      Com relação ao sabor, ele é menos salgado que o de cozinha, por isso a gente usa para finalizar receitas com menos chance de pesar na mão e salgar demais.

      Excluir
  4. Fiz somente o salmão, fica muiiito bom!
    Deisy, cadê o post da sua hortinha de ervas!! Preciso montar a minha, porque é difícil encontrar todas as ervas!!
    A pimenta eu acho que comprei a errada, porque ardeu bastante!! mas a gente retirou na hora de comer e deu certo, ficou ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que você usou malagueta? rs
      Se você achar que sua pimenta arde muito, tenta usar sem as sementinhas da próxima vez, fica mais levinho...

      Excluir