terça-feira, 17 de julho de 2012

Desafio do Salmão 4: Salmão Escondidinho no Purê Rústico

Ai, estava ansiosa para postar essa! É linda, é divertida, é uma delícia de Deus!
Lembra da última receita? Foi um salmão assado no forno, e ficou ótimo! Mas foi um pouco demais e acabou sobrando um restinho. O objetivo é não sobrar nada e então procuramos uma idéia para aproveitar aquele pedacinho. Era equivalente a um filé, mais ou menos 150g, e esse vai ser nosso ingrediente escondido!
Me inspirei nessa receita do PanelaTerapia, mas com vários pitacos pessoais.

Ingredientes:
Para o purê:

  • 200g de batata (usei aquelas batatinhas bem pequenininhas. Não são as mais próprias para purê, mas era o que tinha na geladeira e eu evito ao máximo ter que sair para comprar alguma coisa quando vou cozinhar.)
  • 200g de mandioquinha 
  • 1 colher (sopa) de manteiga (pode ser margarina light)
  • 3/4 de xícara de leite (eu uso o desnatado)
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 4 ramos de salsinha picadas grosseiramente (só as folhinhas)

Comece lavando muito bem as batatinhas. Eu lavo com  bucha e sabão mesmo, para tirar bem as sujeirinhas porque gosto de manter a casca. Nesse caso deve-se enxaguar bastante. A casca dá o efeito rústico ao purê e ele parece uma coisa mais "gourmet" que a simples batata amassada. #truquesparafazerbonito
Já as mandioquinhas eu retiro a casca com o descascador de legumes, porque como elas têm umas reentrâncias é difícil limpar direitinho.

Coloque para cozinhar em água fervente até ficarem macias. Apague o fogo e escorra a água. Amasse tudo com um amassador ou um garfo.

Ainda com o fogo apagado coloque a manteiga e mexa bem. Quando a manteiga derreter, leve ao fogo baixo com o leite. Tente usar um fuê para misturar, fica bem mais fácil que fazer isso com uma colher. Se não tiver, vai de colher mesmo!

Fique mexendo até chegar na consistência adequada. O que é consistência adequada? A que você gosta! Eu gosto mais molinho, tem gente que gosta mais firme. Mas fique atenta porque é bem rápido, cerca de 3 a 4 minutinhos.

Ah! A dica importante do PanelaTerapia: Não deixe ferver o purê, senão desanda. Não tenho idéia do porquê, mas realmente ficou mais cremosinho. Segredos da natureza!
Desligue o fogo, espalhe o sal, a salsinha e um pouco de pimenta (essa é ao gosto do freguês!). Experimente. O purê deve estar salgadinho o suficiente para comer sozinho.


 Para o recheio:

  • 150g de salmão já assado ou grelhado (famoso: restô dontê)
  • 1/4 de cebola média em cubinhos
  • 5 cm de alho poró em tiras bem finas
  • 1 alho bem picado
  • alguns raminhos de dill ou endro (opcional)
  • 2 colheres de cream cheese
  • 1 colher (sopa) de azeite

Para finalizar:

  • 3 colheres (sopa) de parmesão ralado
  • 2 colheres (sopa) de farinha de rosca

Em uma panela aqueça o azeite, o alho, a cebola e o alho poró até começar a dourar. Acrescente seu restinho de salmão despedaçando com as mãos. A idéia não é picar pequenininho e sim ir desfiando, separando as pétalas do salmão. Na foto acho que fica mais claro.

Frite o salmão por 2 a 3 minutos no máximo. É só para ele pegar  gostinho dos temperos. Se o seu salmão não estava salgadinho acrescente um pouquinho de sal. O meu já estava no ponto então coloquei só pimenta do reino. Deixe descansar enquanto começa a montagem do prato.  

Cubra o fundo de uma tijela com metade do purê. Pode ser uma tigela única, ou porções individuais. Montei o meu em duas panelinhas que comprei no mesmo dia daquela que quebrou #mágoanocoração.
Em seguida espalhe o salmão, o dill e o cream cheese. Como o cream cheese é durinho não dá para espalhar uniformemente, então coloquei pequenas porções estratégicas.
 
Cubra com o restante do purê. O legal é esconder todo o salmão, então vai ter que ter um pouco de calma e paciência. Quando a colher não resolve, eu uso o dedo mesmo para acertos finais.
Espalhe o parmesão e em seguida a farinha de rosca. Esses serão os responsáveis pelo douradinho do seu salmão surpresa.

Leve ao forno bem quente e deixe até dourar. O meu demorou uns 10 minutos, mas fique de olho: cada forno, uma surpresa!

Agora é só servir com uma saladinha para equilibrar os carboidratos e ser feliz demais! Eu amei muito essa receita, ficou ainda melhor que o salmão assado original.

3 comentários: